AFINAL, QUE SUCO É ESTE?

No post da semana passada, comentei sobre os alimentos industrializados e sugeri fazermos uma troca sempre por alimentos naturais, sendo que uma das sugestões feitas foi a ingestão de sucos de frutas. Entretanto, existem tantos tipos diferentes de sucos e bebidas a base de fruta nos supermercados hoje em dia, assim é preciso ficar de olho no que significa cada tipo de suco, a variedade é muito grande: suco natural (feito na hora com a fruta fresca), suco integral, suco de polpa congelada, néctar de fruta (latinhas e caixinhas), suco concentrado (garrafinhas), suco em pó (refresco desidratado) e suco orgânico.

Além disto, outros dois fatores que não ajudam em nada esta escolha. O primeiro é o fato que a legislação brasileira não obriga, por exemplo, a informar o teor de polpa das frutas na caixinha e muitos dos produtos que as pessoas entendem saudáveis não são tão saudáveis assim! Outro fator importante é a não obrigatoriedade da descrição da quantidade de açúcar adicionada ao produto. Entretanto, tem uma noticia boa o Ministério da Agricultura atualmente oficializou a obrigatoriedade de todos os fabricantes informarem no rótulo se a bebida é suco, néctar ou refresco. Assim, vamos falar um pouquinho de cada tipo de suco encontrado nos supermercados.

Segundo decreto do Ministério da Agricultura, um suco de fruta é uma bebida não fermentada, não concentrada e não diluída, obtida da fruta madura e podendo ser adicionada de açúcares.

Suco integral – 100% natural, sem adição de água, conservantes e aditivos. Ele é uma ótima alternativa para as pessoas que não têm muito tempo para preparar um suco natural todos os dias, pois já vem pronto.
Preste atenção, pois ele poderá ser adicionado de açúcares na quantidade máxima fixada para cada tipo de suco (10% em peso) – mas deve vir acompanhado da designação “adoçado”.

Polpa de fruta – outra boa opção quando não é possível preparar o suco natural. Pode ser encontrada em porções individuais e geralmente é batida com água ou leite. No processo de congelamento, a fruta perde algumas propriedades nutricionais, mas mesmo assim continua sendo uma opção saudável.

Néctar – é uma bebida que já vem adoçada, diluída em água potável e pronta para o consumo. O néctar é diferente de suco, pois contém apenas de 20 a 50% de polpa (dependendo da fruta de origem), sendo o restante água e açúcar. Normalmente é vendido em caixinhas e latas.

Refresco – Bebida não fermentada , obtida pela diluição, em água potável, do suco de fruta, polpa ou extrato vegetal de sua origem, com ou sem adição de açúcares. Novamente, se for adoçado, deve conter esta

• Refresco de uva: 30 % em volume de suco natural.

• Refresco Misto: 10% em volume de suco natural.

• Refresco de outras frutas: de 0,02% a 30%

Refresco (desidratado) – Conhecido como suco de pozinho e necessita ser diluído em água. Por conter pouquíssima quantidade de polpa de fruta, ele não deveria nem ser chamado de suco, já que é muito artificial. Em questão a propriedades nutricionais, este suco é muito pobre e os hipertensos devem tomar cuidado com o seu consumo, pois contém muito sódio.

Suco orgânico – São fabricados com frutas cultivadas sem agrotóxicos. Por não terem conservantes eles têm uma durabilidade menor e geralmente são mais caros.

Encontrei uma imagem que achei bem interessante…

AFINAL, QUE SUCO É ESTE?

Por último, uma sugestão que considero a melhor alternativa: Comer a fruta é sempre a melhor opção. Mas para quem faz questão de tomar suco, as melhores alternativas são o suco da fruta, o suco integral, o suco de polpa ou até o suco concentrado: mais naturais, sem conservantes, sem aditivos e sem açúcar.

Assim, na próxima ida ao supermercado fique de olho, não compre algo pensando que pode ser bom para sua saúde e que, na verdade, não é.

IDÉIAS PARA DEIXAR A COMIDINHA MAIS SAUDÁVEL

Continuando o papo da semana passada resolvi falar de comidinhas saudáveis para os pimpolhos, já que a maioria dos pais enfrenta uma verdadeira batalha diária para incluir alimentos saudáveis nas refeições dos filhos.

Provavelmente vocês devem estar pensando que irei falar daqueles pratinhos, decorados com bichinhos e tal, que para mim são quase impossíveis de se recriar. Pensei em coisas mais básicas e andei procurando umas idéias mais plausíveis para nós “reles mortais”.

Caso não saibam, tenho uma criança grande em casa, sim meu marido, e que, com quase dois metros de altura, não come nada saudável a não ser que eu obrigue! Então vivo procurando idéias legais para fazer. Mas não pensem que sou a esposa mais prendada, pois não gosto de cozinhar, então tudo tem que ser fácil e prático.

Vamos lembrar de uma coisinha: as comidas industrializadas são saborosas e práticas, muito práticas, mas expor os filhos a grandes quantidades de conservantes, sódio, açúcar e outros componentes que elas trazem pode ser prejudicial, então sempre prefira uma fruta a uma barrinha de cereais, um suco natural a um suco de caixinha e assim por diante.

Assim, um caminho é agregar ingredientes que tornem a comida mais saudável e usar pequenos truques para tornar pratos, que fazem sucesso com o paladar infantil, mais ricos em nutrientes. Lembro que minha mãe sempre fazia tortéi em casa e, para eu e meu irmão não reclamarmos muito de ter que comer moranga, ela acrescentava carne moída dentro dos pequenos pasteizinhos, obviamente adorávamos e hoje sentimos saudades. Para meu marido, eu acrescento alguns legumes ao arroz, como cenoura e repolho cortado fininho. E quem nunca fez panquecas? Uma boa ideia é adicionar espinafre, cenoura ou beterraba a massa, além de ficar mais saudável fica muito mais colorida e, quem conseguir, pode adicionar estes legumes ao recheio. E um docinho? Você pode colocar frutas picadas dentro da gelatina, mas lembrem-se, de preferência uma que não perca muito liquido, como maça e abacaxi.

Acho interessante a ideia de pequenas adições ou substituições que não podem ser deixadas de lado e poderiam sobrar no prato no final da refeição, mas também não dá para esconder tudo, pois suas ferinhas por não perceber que estão comendo podem não aceitar estes alimentos depois em refeições que os mesmos ficam aparentes.

Mesmo não sendo muito minha praia, seguem algumas imagens de refeições legais para se fazer, e algumas com as ideias que comentei acima, e ate nós gostaríamos de um pratinho assim, pois afinal, primeiramente, comemos com os olhos.

IDÉIAS PARA DEIXAR A COMIDINHA MAIS SAUDÁVEL
IDÉIAS PARA DEIXAR A COMIDINHA MAIS SAUDÁVEL
panqueca
panqueca
ervilhas
ervilhas
prato decorado
prato decorado
gelatina com frutinhas
gelatina com frutinhas

E, para finalizar, não esqueça uma coisa importante os pais são essenciais na escolha do que os filhotes irão comer, então dê exemplo e mantenha sua posição firme caso eles não gostem muito de ser saudáveis!!