13 de fev de 2015

QUANDO DOIS É DEMAIS!!

Olá... já é sexta feira novamente... e hoje vou continuar o assunto que comecei há duas semanas. No primeiro post falei sobre combinações boas de alimentos. Assim, resumindo o que acontece é que é os alimentos reagem de forma diferente dentro do nosso organismo dependendo de serem ingeridos “sozinhos ou acompanhados”. Se um determinado alimento foi ingerido sozinho ele terá uma reação “x”, se ele for ingerido com outro alimento uma reação “y”, se existir ainda um terceiro, acontecerá uma reação “z”. Estas interações podem acarretar tanto benefícios (falamos de alguns há duas semanas) quanto malefícios do ponto de vista nutricional, que será o tema de hoje.

Vamos lá então... alguns acabam meio que se sobrepondo e parecem repetições, mas resolvi comentar mesmo assim pois são combinações comuns que fazemos.

HAMBÚRGUER COM QUEIJO (PROTEÍNA + CÁLCIO)
Quanto mais queijo, maior será a briga pelo aproveitamento do ferro (do hambúrguer), do cálcio e do zinco (do queijo). Importante para o sistema imunológico, o zinco ajuda na prevenção de resfriados, gripes e outras infecções. O mesmo vale para preparos que levam creme de leite, como o estrogonofe, ou para sobremesas lácteas logo depois da ingestão do almoço com aquele bifinho gostoso!

CAFÉ COM LEITE (CAFEÍNA + CÁLCIO)
A cafeína impede a assimilação do cálcio. A absorção da caseína (proteína do leite) também fica comprometida em função da presença dos taninos do café. O ideal é consumir café e leite separadamente com um intervalo aproximado de duas horas.
O aproveitamento do cálcio será maior se o café corresponder a, no máximo, um quarto da mistura.

LEITE COM AVEIA (CÁLCIO + FIBRAS)
A absorção do cálcio presente no leite fica comprometida no preparo de vitaminas, iogurtes ou mingaus com aveia ou farelo de trigo. Esse mineral é importante para a formação dos dentes, dos ossos e das cartilagens, além de ser fundamental no combate à osteoporose. Os farelos como a aveia são ótimas fontes de fibras.
Tanto o leite quanto os farelos são mais bem aproveitados com frutas. Se a idéia for ter uma alimentação rica em cálcio, na hora de preparar uma vitamina coloque muito mais leite do que frutas.

RÚCULA COM MUSSARELA DE BÚFALA
A rúcula tem ferro e o queijo é rico em cálcio. Colocar muita rúcula aumenta as chances de o organismo não absorver nenhum dos minerais de forma adequada. Além disso, as fibras da rúcula "roubam" o cálcio do queijo.
No lugar da mussarela de búfala, opte por tofu, que, por ser feito com soja, e não com leite, não atrapalha a absorção de ferro.

HAMBÚRGUER + REFRIGERANTE (CÁLCIO/FERRO + ÁCIDO FOSFÓRICO)
Por si só estes dois alimentos já são ruim, mas vamos pensar que o hambúrguer foi feito em casa por vocês com carne moída e temperos naturais, todo seu trabalho pode ser estragado pela presença do ácido fosfórico, presente no refrigerante, que diminuiria a absorção do ferro da carne e “roubaria” o cálcio dos ossos!

ÁGUA + REFEIÇÕES
É válido lembrar que a ingestão de líquidos durante as refeições não promove a adequada absorção dos nutrientes alimentares pelo organismo. Fora que provoca uma sensação de estufamento.

Para finalizar, enquanto pesquisava encontrei um esquema interessante (já haviam me pedido para comentar este assunto, mas estou programando um post só para ela já que não é tão fácil de ser assimilada) é o de Carlos Grace, ele é o criador do Jiu-Jitsu e dedicou muito tempo de sua vida estudando a alimentação com a esperança de que ela pudesse resolver seus problemas de saúde (ele sofria de enxaquecas, pleura e gota) quando compilou seus estudos sobre alimentação acabou dando origem a Dieta Grace. A tabela mostra combinações boas/ruins de alimentos e vários exemplos dos mesmos.

Mas, você provavelmente você ficou com preguiça só de ver esta tabela. Pois é, realmente se manter saudável dá trabalho, mas calma vamos por partes. Comece eliminado os alimentos que não têm valor nutricional de sua alimentação regular antes de querer partir para a combinação alimentar. Achei estas perguntas bem legais:  Você não reserva tempo para cuidar da higiene? Dos estudos? Do trabalho? Por que não da alimentação, que é, no mínimo, tão importante quanto?


Espero que tenham gostado!!

Um comentário:

  1. Gostei muito dos esclarecimentos. Kd a Daniela? saudadessssssssssssssssss

    ResponderExcluir