5 de dez de 2014

POR QUE FRITURA É TÃO GOSTOSA?

Olá... já chegou o dia da nossa conversinha semanal! Oba! Mas o assunto de hoje é outra “droga disfarçada”: a fritura!! Na faculdade aprendi que as gorduras são os melhores palatabilizantes em alimentos, por definição a palavra palatabilizante se referencia a substância que promove sabor que aumenta o prazer e a aceitação do alimento. Mesmo sabendo disto, eu tenho que admitir que eu também acho super difícil resistir e acabo abrindo uma exceção para algumas gordices fritas, mas juro que estou tentando e me esforçando ao máximo!

Quanto estava pesquisando para escrever este post e achei uma metáfora muito boa para ela! “Sabe aqueles filmes da Sessão da Tarde em que a mocinha tímida e desajeitada toma um banho de loja e, para a surpresa de todos, aparece linda e deslumbrante no baile de formatura? É isso que a fritura faz com os alimentos: graças a um extreme makeover alimentar, traz à tona o sabor que já estava lá (Fonte).”

Quando passa de 170⁰C, o óleo se incorpora ao alimento, realçando suas qualidades, já que a gordura aquecida faz o alimento desenvolver odor, cor e textura, que são as propriedades organolépticas: aquelas que percebemos por meio dos sentidos, tornando, assim, as preparações fritas mais atraentes. É só comparar os alimentos congelados que são esbranquiçados e sem graça, depois de fritos ficam dourados, crocantes, com cheiro que faz salivar, mas se somente assados não tem tanto apelo aos nossos olhos e barriga!!

Mandar ver na fritura faz você se sentir pesado, com a leve impressão de que comeu mais do que devia. Isso acontece porque a digestão das gorduras é mais lenta. Outro problema: justamente por se incorporar ao alimento, uma parte considerável do óleo utilizado sai da panela junto com o prato. Só para ter uma ideia, uma batata frita tem cerca de 60% mais calorias e gorduras do que uma batata cozida (este é um dos argumentos que estou usando para deixar de comer alguns tipos de frituras). A fritura satisfaz, mas também engorda, maltrata seu coração e aumenta o risco de câncer. Ninguém é perfeito.

As frituras são saborosas e, como já falei este motivo não torna fácil a nossa tarefa de eliminá-las da dieta. Mas saber que fazem mal torna o desafio mais simples. Conheça os efeitos negativos dessa forma de preparo tão freqüente à mesa dos brasileiros 
  1. Até os óleos vegetais de boa qualidade se transformam em gordura ruim quando aquecidos. Não basta prestar atenção ao óleo utilizado, é preciso fritar os alimentos pelo menos tempo possível para reduzir os danos.
  2. A fritura transforma a gordura insaturada em gordura saturada, que pode causar diversas doenças quando consumida em excesso. Além disso, a fritura é capaz de produzir uma gordura chamada trans, que está diretamente relacionada com o aumento de doenças cardiovasculares e contribui para a formação de uma substância cancerígena chamada acroleína.
  3. Os alimentos fritos têm características inflamatórias, ou seja, podem trazer acúmulo de gordura abdominal e resistência à insulina, fazendo com que você se sinta mais cansado, com menos energia, passe a ser menos fértil e absorva menos os nutrientes dos alimentos.
  4. Gorduras encontradas nas frituras, quando consumidas em excesso, podem causar aumento da pressão arterial.

Fonte. 

Então? Depois de ler tudo isto você também acha que não temos motivos suficientes para pelo menos tentar reduzir a quantidade de frituras que compramos fora ou colocamos à mesa para a criançada comer?

Beijos e boa sexta!






3 comentários:

  1. E como ela satisfaz rs
    pena que engorda também

    Lindo Dia
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  2. Eu amo fritura, em casa até faço pouca coisa, o problema que minha mãe vende salgados então tô sempre no pastel, salgados em geral rssr aiaiaiaia

    ResponderExcluir