1 de ago de 2014

DIET x LIGHT X ZERO: VOCÊ SABE A DIFERENÇA?

Olá leitoras,

O texto de hoje é um pouco específico, mas bem importante, pois atinge um número cada vez maior de famílias em que algum membro tem algum tipo de restrição alimentar. Mais especificamente estou falando para crianças com diabetes, pois a incidência desta doença vem aumentando nas últimas décadas. Além disto, o post de hoje serve para as mamães que ainda não sabem a diferença entre estes tipos de alimentos.

Quando a febre dos "lights" e "diets" surgiu também teve início a confusão para os consumidores, só que esta, para muitos, ainda não teve fim. Nos últimos tempos, os chamados produtos zero passaram a atrapalhar ainda mais a população. Mesmo que a legislação brasileira obrigue os rótulos das embalagens a trazer as informações necessárias, ainda assim não é suficiente para esclarecer as pessoas que chegam até as prateleiras dos supermercados preocupadas em melhorar a saúde.

Como os produtos "diet" e "light" estão presentes em mais de 35% dos lares brasileiros – o número é da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Dietéticos (Abiad). O consumo só aumenta: de 1998 a 2008, o crescimento foi de 800% (Fonte: http://veja.abril.com.br/quem/diet-light.shtml), sendo assim resolvi falar um pouquinho daqueles alimentos que têm em seus rótulos as indicações: diet, light ou zero

Primeiramente, a legislação vigente indica que estes termos são utilizados para designar alimentos que têm finalidades especiais. Veja as definições dadas e algumas informações importantes:

• Produtos diet: são aqueles que não possuem um ou mais ingredientes em sua composição, tais como:
- ausência de açúcar (sacarose, frutose e glucose) - indicado para diabéticos;
- ausência gordura - indicado para pessoas com problemas de colesterol;
- ausência de sódio - indicado para os hipertensos;
- ausência de proteínas - indicado para portadores  de distúrbios relacionados à ingestão de aminoácidos e/ou proteínas.

• Produtos light: são aqueles que apresentam redução de, no mínimo, 25% de um de seus ingredientes, como açúcar, gordura, etc. Normalmente São pessoas saudáveis que buscam produtos com menos calorias ou com quantidade reduzida de algum nutriente, em comparação com o mesmo alimento em sua fórmula convencional. Mas cuidado, nem todo alimento light é próprio para perda de peso, já que redução calórica em certos alimentos é muito pequena.

• Produtos Zero: é o termo mais utilizado e de fácil compreensão, geralmente: Zero açúcar, zero calorias, zero gordura, zero lactose. Por ter a retirada total do ingrediente se torna igual ao Diet. Ex.: Refrigerantes.

• É muito importante observar que produtos considerados diet podem apresentar mais calorias que produtos tradicionais; é o que acontece com o chocolate diet, por exemplo, ou com o bolo diet. Estes produtos são isentos de açúcar, mas apresentam maiores quantidades de gordura, a fim de conferir sabor. Neste caso, os alimentos tornam-se mais calóricos, não sendo recomendados para o controle de peso, e sim para os diabéticos, desde que os mesmos não exagerem em quantidade. Em outros casos, o nutriente eliminado (sódio ou proteína, por exemplo) pode não interferir na quantidade de calorias.

• Maioneses e sorvetes são produtos naturalmente calóricos. Embora no caso das maioneses possa haver redução de até 50% das calorias, é importante observar que o produto continua sendo calórico, embora menos que o tradicional; mesmo assim, deve-se cuidar para não haver exagero na quantidade de produto a ser ingerido.

• Produtos diet produzidos no Brasil podem apresentar no rótulo as expressões: "sem", "isento de", "não contém", "zero", “free”, etc.

• A maioria dos refrigerantes light também pode ser classificada como diet, uma vez que é livre de açúcares. A confusão para os consumidores aumentou com a chegada da Coca-Cola Zero. Sua formulação é quase idêntica à da light, e ela também não possui açúcar. Essas apostas fazem parte de uma estratégia de marketing, que busca atingir públicos diferentes com produtos bastante semelhantes.

E aí, mais claro agora? Espero que sim!!

Bom final de semana a todas.



8 comentários:

  1. hum já tinha observado isso quando precisei fazer dieta
    observava cada coisa que eu comprava
    eu optava pelo light

    Linda Noite!
    Beijinhos da Nanda
    Mamãe de Duas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tens razão Nanda... para dietas os lights realmente são uma boa opção, mas mesmo assim é importante ler os rótulos antes e avaliar bem se a troca vale a pena.
      Espero que tenha dado bons resultados.

      Excluir
  2. Luciana, eu sempre quis aprender a diferença. Eu sabia mas muito superficialmente, hehe
    Gostei do post
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostastes!! E que tenha aprendido!
      Beijao

      Excluir
  3. Nooossa,eu não sabia que alguns produtos diet,podem apresentar mais calorias que os tradicionais.
    Verdade... a coca-cola zero nos confundiu ainda mais!
    Adorei... Obrigada pelas dicas!
    Vou prestar mais atenção,de agora em diante.
    BjinhO ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preste atenção sim! Vale a pena "investir um tempo nisto" e depois de um tempo passamos a conhecer os produtos de uma maneira geral.

      Excluir
  4. Essa eu já sabia. Tive que me informar por causa do meu avó que era diabético!

    Obrigada por compartilhar =)

    Beijos
    http://meus-sonhos-meus-pesadelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, as vezes acabamos aprendendo pela necessidade, mas acaba valendo para a vida toda!
      Beijao

      Excluir