4 de jul de 2014

AFINAL, QUE SUCO É ESTE?

No post da semana passada, comentei sobre os alimentos industrializados e sugeri fazermos uma troca sempre por alimentos naturais, sendo que uma das sugestões feitas foi a ingestão de sucos de frutas. Entretanto, existem tantos tipos diferentes de sucos e bebidas a base de fruta nos supermercados hoje em dia, assim é preciso ficar de olho no que significa cada tipo de suco, a variedade é muito grande: suco natural (feito na hora com a fruta fresca), suco integral, suco de polpa congelada, néctar de fruta (latinhas e caixinhas), suco concentrado (garrafinhas), suco em pó (refresco desidratado) e suco orgânico.

Além disto, outros dois fatores que não ajudam em nada esta escolha. O primeiro é o fato que a legislação brasileira não obriga, por exemplo, a informar o teor de polpa das frutas na caixinha e muitos dos produtos que as pessoas entendem saudáveis não são tão saudáveis assim! Outro fator importante é a não obrigatoriedade da descrição da quantidade de açúcar adicionada ao produto. Entretanto, tem uma noticia boa o Ministério da Agricultura atualmente oficializou a obrigatoriedade de todos os fabricantes informarem no rótulo se a bebida é suco, néctar ou refresco. Assim, vamos falar um pouquinho de cada tipo de suco encontrado nos supermercados.

Segundo decreto do Ministério da Agricultura, um suco de fruta é uma bebida não fermentada, não concentrada e não diluída, obtida da fruta madura e podendo ser adicionada de açúcares.

Suco integral - 100% natural, sem adição de água, conservantes e aditivos. Ele é uma ótima alternativa para as pessoas que não têm muito tempo para preparar um suco natural todos os dias, pois já vem pronto.
Preste atenção, pois ele poderá ser adicionado de açúcares na quantidade máxima fixada para cada tipo de suco (10% em peso) – mas deve vir acompanhado da designação “adoçado”.

Polpa de fruta - outra boa opção quando não é possível preparar o suco natural. Pode ser encontrada em porções individuais e geralmente é batida com água ou leite. No processo de congelamento, a fruta perde algumas propriedades nutricionais, mas mesmo assim continua sendo uma opção saudável.

Néctar - é uma bebida que já vem adoçada, diluída em água potável e pronta para o consumo. O néctar é diferente de suco, pois contém apenas de 20 a 50% de polpa (dependendo da fruta de origem), sendo o restante água e açúcar. Normalmente é vendido em caixinhas e latas.

Refresco - Bebida não fermentada , obtida pela diluição, em água potável, do suco de fruta, polpa ou extrato vegetal de sua origem, com ou sem adição de açúcares. Novamente, se for adoçado, deve conter esta

• Refresco de uva: 30 % em volume de suco natural.

• Refresco Misto: 10% em volume de suco natural.

• Refresco de outras frutas: de 0,02% a 30%

Refresco (desidratado) - Conhecido como suco de pozinho e necessita ser diluído em água. Por conter pouquíssima quantidade de polpa de fruta, ele não deveria nem ser chamado de suco, já que é muito artificial. Em questão a propriedades nutricionais, este suco é muito pobre e os hipertensos devem tomar cuidado com o seu consumo, pois contém muito sódio.

Suco orgânico - São fabricados com frutas cultivadas sem agrotóxicos. Por não terem conservantes eles têm uma durabilidade menor e geralmente são mais caros.

Encontrei uma imagem que achei bem interessante...




Por último, uma sugestão que considero a melhor alternativa: Comer a fruta é sempre a melhor opção. Mas para quem faz questão de tomar suco, as melhores alternativas são o
suco da fruta, o suco integral, o suco de polpa ou até o suco concentrado: mais naturais, sem conservantes, sem aditivos e sem açúcar.

Assim, na próxima ida ao supermercado fique de olho, não compre algo pensando que pode ser bom para sua saúde e que, na verdade, não é.


6 comentários:

  1. Os sucos são super importantes por terem vitaminas, aqui em casa a Alice só tomava de soja em SP ainda, hoje depois que moramos no RN incentivo as frutas naturais sucos de acerola, manga, maracujá, laranja, cajú e goiaba são os mais consumidos. Noto muita diferença na saúde dela , pois antes gripava mais, e tbm só usando industrializados até meu bolso agradeceu, pois aqui pegamos frutas no pé , heheheh. Amiga desculpa ainda não ter mando a foto, é pq na correria e houve casamento o povo tava tudo ocupado, hoje faço á tardinha e mando até domingo. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi oi... que legal que no RN tua filhota esta tendo acesso a todas estas gostosuras fresquinhas! E tu comentou sobre um ponto que não comentei: o preço de uma alimentação industrializada, que é bem mais cara que a natural.
      Bjos

      Excluir
    2. Sim Luciana aqui a cidade é praticamente agrícola então sempre comemos as frutas da estaçã, goiaba, manga, pinha, graviola, caju, e ai acaba uma vem outra, acerola dá de 15 em 15 dias e congelamos, mesmo na minha casa não tendo ainda árvores os vizinhos sempre nos dão, ou algum amigo que tem sítio e outras a gente compra, mas tbm da terra

      Excluir
    3. Daniela te mandei email com as fotos bjs

      Excluir
  2. Lú!
    Parabéns pelas tuas colunas semanais. Estou adorando.
    Só tem a acrescentar ainda mais este blog tão gostoso.
    Beijos meninas.
    Continuem assim!

    ResponderExcluir